4 domingo (in) continente

 

Gentil Policarpo

 

Gentil Policarpo começou a carreria na Guiné-Bissau nos anos 80 como corista do músico Abel Carvalho, integrou a banda Mini Cobianaa sua musica foi selecionada para participar no festival da Rádio França Internacional e ficou classificada nos 20 melhores e a sua voz ficou entre 5 melhores de continente africano.

 

Em 1993 editou a musica Camarada Colsença, um tema polémico.

 

3 sábado Giródisco

 

 

 

Bailarico Sofisticado e João Gonçalves (Disco Digital)

 Imagine-se que durante umas horas poder-se-iam apagar fronteiras com uma borracha, acender fogos com dois calhaus e ser-se de qualquer tribo, da áfrica à europa de leste, passando por brooklyn e praias tropicais. É que desde 1999 que se pode ser cidadão do mundo com um Bailarico Sofisticado assim – que o digam os milhares de pessoas que com eles fazem nascer o Sol no encerramento do FMM de Sines.

2 sexta-feira tocatinas

Black Water Music

Black Water Music was formed in 2012 when five guys moved from Austria to Portugal to record their first LP. The Band, Linus Barta (Vocals, Guitar), Stefan Grätzner (Guitar), Thomas Reif (Bass), David Weber (Harp, Flute) and Julian Klien (Drums) create and record their own music based on Analog Techiques. The free improvised compositions of each melt together in a psychedelic ocean of experimental music.

 Entrada 3 euros

1 quinta-feira quintas dimensões

 

 

Francão – O gringo sou eu

 

Frankão é músico e compositor, nascido no interior do Rio de Janeiro, numa comunidade de periferia. Dos sons que ecoam nas esquinas e nas vielas se fez músico. Chegou a Portugal em 2010 e colocou-se na posição de “observador de comportamentos”. O seu mais recente trabalho intitula-se “O Gringo Sou Eu” e procura retratar o seu cotidiano e visão enquanto forasteiro.

 

Nilson

 

Nilson é um cantautor alemão que reside em Barcelona desde 2010. Depois de ter tocado em diversas bandas ao longo dos anos, começou a fazer música sozinho em 2005. Em 2007 editou um EP por uma pequena editora de Hamburgo. O EP esgotou rapidamente, mas as poucas pessoas que tiveram oportunidade de o ouvir, gostaram muito.

Cinco anos depois Nilson termina finalmente o seu primeiro longa-duração “We Are Strange”, que junta 10 belas e sombrias canções folk. Vem agora a Portugal pela primeira vez para apresentá-las ao vivo.

nilson.bandcamp.com

 

facebook.com/pages/Nilson/248811135190911

 

 

Entrada 3 euros

FESTA HALLOWEEN: passagem de filme, conversa e festa – entrada Livre

Monstros e companhia: cinema de horror e a denúncia do capitalismo

Zombies, extraterrestres, vampiros, fantasmas, lobisomens, monstros e companhia: que relação têm eles com a realidade? Não serão eles uma forma de retratar a realidade com grande exatidão?
Muito discretos e mais ou menos irredutíveis face a um show business que pasteuriza a violência e a serve em pacote entusiasmante, realizadores como John Carpenter e George A. Romero, entre outros, lançam avisos e incitamentos, ferem e chocam, abrem alçapões e caixões, ressuscitam mortos. Apresentam o mundo às avessas. Usam e abusam da sua liberdade, e da nossa. Do buraco escuro e fumarento de onde emergem, trazem os retratos mais crus, mais desbocados, mais blasfemos, e as propostas de transformação da realidade mais extremas. A estranheza, a alegoria, o panfletarismo e, em boa medida, a marginalidade protegem-nos, mas não encobrem minimamente a radicalidade das suas proposições.
Nesta noite escura e assustadora, mais do que pretendermos quadricular uma tão improvável como inescrutável agenda política de algumas das melhores criações do cinema de horror, será interessante discutir o seu lugar enquanto último e obscuro reduto da denúncia social.

Ricardo Ventura

27 Sábado Giródisco

Swinger Sisters

“As Swinging Sisters ou “as manas”, como por vezes são chamadas, já não se enganam nos botões e nas passagens como no início, mas nunca enganaram ninguém com as suas escolhas de Rock, Soul, Indie Pop, Pós Punk ou Electro, e as suas piruetas atrás, ao lado, ou à frente da mesa de som. Ah, são manas, mas falsas manas…”

26 sexta-feira Tocatinas

Midnight Club Blues Band – o Blues desce ao tanque do Bartô